Para pais, mães e filhos


Pais e Pães

Por Sandrah Sagrado

Há dias que são dias de pais,
mães, pais, pães.
Pais que são pais
pais que são mães,
mães que são pais,
mais e mais serão.
Todos os dias são dias do amor.
De pães ou pais que são mães.
Ou mães que são pais.
Todo dia é dia de amar.
Filho, mãe, avó, tia, pai, mãe,
ser humano, ser animal e vegetal.
Porque todo dia é dia de vida.
E vivos estão para os abraços,
no espaço estão para as orações,
na distância estão para as saudades,
no coração estão como sempre estarão.
Porque sempre terão seus dias
no alma, no coração e na mente.
Por mais que tenham sofrido e se ausentado,
por mais que tenham errado e acertado,
por mais que tenham sido sem ter estado,
por mais que tenham sido sem quererem ser,
por mais que apenas tenham feito seu dever,
sempre existirão e estarão presentes.
Nas alegrias e nas tristezas,
na saúde e na doença,
porque é um laço infinito
que liga a todos,
em todo o mundo,
em todo o universo,
em todos os seres.
Que sempre haja dia para
que pais sejam pais,
que pais sejam mães
e que mães sejam pais.
Nada é eterno,
mas terna é esta relação
que perdura por toda a eternidade.

Poesia publicada no http://www.overmundo.com.br  no dia 14/08/08

link  http://www.overmundo.com.br/banco/pais-e-paes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s